jump to navigation

Este país proibiu «Os Simpsons» Agosto 21, 2006

Posted by Vasco in Media.
trackback

Os desenhos animados do «Mickey» e de «Os Simpsons» vão ser proibidos no horário nobre dos canais de televisão da China. Tudo em nome da protecção da produção nacional. Recentemente, o Partido Comunista chinês também afirmou estar preocupado com os efeitos da cultura estrangeira nas crianças.

A partir de Setembro os desenhos animados estrangeiros não serão exibidos na televisão chinesa entre 17h e 20h. Os desenhos animados estrangeiros, principalmente do Japão, são populares entre as 250 milhões de crianças na China e os estúdios de animação do país lutam com os desenhos «importados». A comunicação social chinesa foi a primeira a reagir à ideia e criticam a medida por considerarem que ela «não vai resolver os problemas fundamentais da indústria de animação chinesa». Como, por exemplo, o uso de histórias tradicionais em vez de inventar personagens com a mesma atracção do americano «Mickey» ou do japonês «Pokemon».

PortugalDiário

Comentários»

1. Midiablog » Blog Archive » China aumenta restrições à mídia - Agosto 21, 2006

[…] A curiosidade global sobre o futuro da China aumenta à medida que aumentam as restrições à livre circulação de informações no país. Até os sistemas de busca, que hoje são uma característica da internet, já foram submetidos a filtros políticos e aceitaram, talvez, esperando que as coisas possam mudar mais rapidamente como resultado do avanço das leis do mercado. Na China ainda vai demorar a ser uma realidade a vigência da liberdade de mercado junto com as liberdades democráticas. O dirigismo estatal que proíbe notícias sobre desastres naturais acaba de anunciar que a partir de setembro os desenhos animados estrangeiros não serão exibidos na televisão chinesa entre cinco da tarde e 8 da noite. Trata-se de fomentar a produção nacional, como informa Vasco do blog Ocasionalidades. […]

2. Midiablog » Archivo del weblog » Más restricciones a la libertad en la China - Agosto 21, 2006

[…] La curiosidad global sobre el futuro de China aumenta a medida que aumentan las restricciones a la libre circulación de informaciones en el país. Hasta los sistemas de búsqueda, que hoy son una característica de la internet, ya fueron sometidos a filtros políticos y aceptaron, quizás, en la esperanza de que las cosas puedan cambiar más rápidamente como resultado del avance de las leyes del mercado. En China todavía va a tardar a ser una realidad la vigencia de la libertad de mercado junto con las libertades democráticas. El dirigismo estatal que prohíbe noticias sobre desastres naturales acaba de anunciar que a partir de septiembre los dibujos animados extranjeros no serán exhibidos en la televisión china entre cinco de la tarde y 8 de la noche. Se trata de fomentar la producción nacional, como informa Vasco del blog Ocasionalidades. […]

3. Pea - Agosto 21, 2006

Estamos internacionais… E vaidosos… ;))))) Um beijo para ti desta tua quase fã


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: