jump to navigation

e-Gov: Portugal sobe sete lugares e já é 3º da UE Setembro 20, 2007

Posted by Vasco in Ciência e Tecnologia, Inf. Geral e Económica.
trackback

e-gov.jpg

Portugal subiu sete lugares nos rankings de 2007 de governo electrónico promovidos por Bruxelas e já é o terceiro melhor país da União Europeia (UE) na disponibilidade de serviços públicos on-line, revela o estudo que será hoje apresentado.

Este estudo, a que a agência Lusa teve acesso, vai na sua sétima edição, é promovido pela Comissão Europeia e compara a disponibilidade e sofisticação on-line dos serviços públicos dos 27 Estados-membros da UE, sendo a recolha da informação e a análise feita pela consultora Capgemini.

Da comparação feita sobre o estado do governo electrónico (e-Government) nos Estados-membros da UE, resultam dois rankings, um sobre a disponibilidade de serviços on-line e outro sobre o grau de sofisticação desses serviços.

Nos dois rankings, Portugal avançou seis lugares na lista deste ano, face ao estudo divulgado em Junho de 2006, passando para o terceiro lugar na lista da disponibilidade e ascendendo ao quarto lugar no grau de sofisticação dos serviços.

No ranking da disponibilidade, Portugal passou da 10ª para a terceira posição, sendo apenas ultrapassado por Malta e pela Áustria, que lidera a lista.

Em 2005, Portugal era o 14º país da Europa na disponibilidade de serviços on-line, o que quer dizer que, em dois anos, subiu 11 posições.

O nível de disponibilidade on-line de serviços dirigidos às empresas em Portugal é de 100%, segundo o estudo, um valor que está 29 pontos percentuais acima da média europeia, enquanto na disponibilidade de serviços para os cidadãos Portugal mostra um nível de 75%, contra uma média comunitária de apenas 50%.

No ranking da sofisticação dos serviços, Portugal passou da 11ª para a quarta posição, sendo apenas ultrapassado por Malta, Eslovénia e Áustria, país que lidera também esta lista.

Em 2005, Portugal era o 13º país da Europa na sofisticação de serviços on-line, o que traduz, em dois anos, uma evolução de nove posições.

O estudo considera que o nível de sofisticação dos serviços on-line dirigidos ás empresas é também de 100%, o que compara com uma média europeia de 84%, enquanto no caso dos serviços dirigidos aos cidadãos é de 84%, quando a média comunitária é de 70%.

Dinheiro Digital

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: