jump to navigation

Palavra «Youtube» destrona «sexo» nas consultas online Outubro 10, 2007

Posted by Vasco in Ciência e Tecnologia.
Tags:
trackback

A expressão «youtube» continua a ser a mais pesquisada pelos portugueses na Internet. A expressão sexo já não está entre as 10 mais procuradas, segundo os dados do estudo Netpanel da Marktest relativos aos primeiros nove meses do ano.

Entre Janeiro e Setembro de 2007, a expressão «youtube» foi a mais pesquisada na Internet, por 683 mil portugueses de 4 e mais anos quando navegaram na Internet em suas casas, um valor que representa 22,6% dos cibernautas nacionais. Este valor significa que mais do que um em cada cinco cibernautas faz pesquisas na Internet usando esta expressão.

 

Hi5 foi a segunda expressão com mais pesquisas, realizadas por 529 mil pessoas, 17,5% do universo e gmail foi a terceira expressão mais procurada, por 417 mil utilizadores únicos, 13,8% dos cibernautas.

Fazem ainda parte da lista das 10 expressões mais procuradas wikipedia, jogos, sapo, hotmail, google, meteorologia e fnac. Relativamente a análises anteriores, uma das principais diferenças é a expressão sexo, que ocupou a primeira posição até ao primeiro semestre de 2006, já não fazer parte da lista das 10 expressões mais procuradas, estando agora no 14º lugar (procurada por 255 mil utilizadores únicos), atrás de páginas amarelas (261 mil utilizadores únicos), CP (264 mil utilizadores únicos) e Vodafone (266 mil utilizadores únicos).

Diário Digital

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: