jump to navigation

Obra de Van Gogh à venda por mais de 19,7 milhões Março 3, 2008

Posted by Vasco in Arte.
Tags: ,
9 comments

1.jpg

Um retrato de criança pintado por Vincent Van Gogh (1853-1890) vai ser posto à venda em Março na feira de arte de Maastricht (Holanda) por um preço superior a 30 milhões de dólares (19,7 milhões de euros), noticia a Lusa.

A obra, intitulada «L`Enfant à l`Orange», foi adquirida em 1916 à família do casal suíço Arthur e Hedy Hahnloser, fundadores da colecção de arte «Villa Flora», de Winterthur (Suíça).

A criança loura e de aspecto angélico do quadro é Raoul Levert, filho de um carpinteiro de Auvers-sur-Oise. Tinha apenas dois anos quando Van Gogh a pintou no albergue Ravoux, nessa localidade, próxima da capital francesa.

A identidade do retratado foi confirmada por Adeline Ravoux, filha do dono do albergue, que aparece junto do pequeno Raoul, à porta daquela residência, numa fotografia tirada em 1890.

«L`Enfant à l`Orange» é um de vários retratos de crianças que Van Gogh pintou em Auvers nos últimos meses da sua vida.

A energia com que está pintado traduz uma alegria de viver que não parece em absoluto pressagiar o desenlace trágico – o suicídio de Van Gogh com arma de fogo – que ocorreria pouco tempo depois.

PortugalDiário

Estrunfes celebram 50 anos com novas aventuras, aos quadradinhos e nos ecrãs, e uma digressão europeia Janeiro 16, 2008

Posted by Vasco in Arte, Media.
Tags: , ,
1 comment so far

 estrunfes.jpg

Os “estrunfes”, os famosos gnomos azuis criados pelo desenhador belga “Peyo”, celebram este ano o seu 50º aniversário com a realização de uma digressão europeia e novas aventuras, aos quadradinhos e também nos ecrãs de televisão e salas de cinema.

O “pontapé de saída” das festividades foi dado hoje em Bruxelas, terra natal de Pierre “Peyo” Culliford – assim como de outros grandes criadores de Banda Desenhada, casos de Hergé e Franquim -, numa conferência de imprensa com a participação da viúva e filhos do autor, e de outros membros da vasta equipa que mantém os “estrunfes” em actividade mesmo após a morte do desenhador, em 1992.

Entre as iniciativas previstas para todo o ano, contam-se a edição, ainda este mês, de mais um álbum de banda desenhada – com o título original “Les Schtroumpfs et le livre qui dit tout” (os estrunfes e o livro que diz tudo) -, novos episódios de “desenhos animados” a serem difundidos em numerosos países (incluindo Portugal), um filme de animação em três dimensões, e a aposta em livros de actividades, jogos (também na Internet) e estatuetas comemorativas para coleccionadores.

Público

Obras de Picasso e Van Gogh pintadas por robots Janeiro 8, 2008

Posted by Vasco in Arte.
Tags:
add a comment

Uma exposição de pinturas criadas por robots com base em obras de artistas como Andy Warhol, Vincent van Gogh, Picasso e Amadeo de Souza Cardoso é inaugurada a 17 de Janeiro no espaço LEONEL MOURA ARTe, em Lisboa, escreve a Lusa.

Intitulada «Para acabar de vez com a História da Arte», a exposição apresenta outras conhecidas obras de artistas consagrados como Leonardo da Vinci, Kandinsky e Frida Kahlo «interpretadas» pelos robots.

Na inauguração, prevista para 17 de Janeiro, pelas 21h00, alguns dos robots vão fazer pinturas na galeria, regressando a 19 e 26 de Janeiro para exibir o seu «talento» nesta exposição, que estará patente até 23 de Fevereiro.

O espaço, dedicado aos robots artistas, abriu em Novembro do ano passado, e foi criado pelo artista plástico Leonel Moura onde passa a expor os seus trabalhos na área da bioarte, a arte inspirada na ciência e na biologia.

PortugalDiário

Sleep Outubro 12, 2007

Posted by Vasco in Arte.
Tags:
add a comment

sleep.JPG

Sleep (1937), Salvador Dali

Exposição de Paula Rego abre hoje no Museu Rainha Sofia Setembro 25, 2007

Posted by Vasco in Arte.
add a comment

Duas centenas de pinturas, desenhos e gravuras integram a exposição de Paula Rego que hoje é inaugurada no Museu Nacional Rainha Sofia, em Madrid, a maior e mais completa exposição retrospectiva da obra da pintora já apresentada em Espanha.

A exposição, comissariada pelo historiador Marco Livingston, estará patente até ao dia 30 de Dezembro.

Dela fazem parte cerca de 80 pinturas – incluindo os monumentais quadros pintados a pastel, o material preferido da pintora desde 1994 – 60 desenhos e 60 gravuras e litografias.

O «site» do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia – um dos mais importantes museus de arte moderna de Espanha – apresenta Paula Rego, nascida em Lisboa, 1935, e formada na Slade School of Fine Art, em Londres, onde fixou residência, como «uma das pintoras figurativas mais relevantes da cena internacional».

«A sua obra artística – lê-se ainda – está enraizada em experiências e recordações pessoais, em perversas fantasias e na história da arte e da literatura».

Diário Digital

Lisboa acolhe exposição do Hermitage em Outubro Setembro 10, 2007

Posted by Vasco in Arte.
add a comment

hmsplg1.jpg

Mais de 600 peças do Hermitage vão ser mostradas a partir de 26 de Outubro no Palácio da Ajuda, na primeira exposição em Portugal daquele museu russo, um dos mais importantes do mundo.

O protocolo que torna possível a exposição será assinado terça-feira, às 11:00, no Palácio da Ajuda, por Manuel Bairrão Oleiro, director do Instituto dos Museus e Conservação, e por Luís Patrão, presidente do conselho directivo do Turismo de Portugal, o principal patrocinador da iniciativa.

Presidem à cerimónia os ministros da Cultura e da Economia portugueses, Isabel Pires de Lima e Manuel Pinho.

A exposição, intitulada «De Pedro, o Grande, a Nicolau II – Arte e Cultura do Império Russo na Colecção Hermitage», estará patente na Galeria D. Luís I, no Palácio da Ajuda (Sala de Baile), e dará a ver obras de pintura, ouriversaria, mobiliário e vestuário.

Segundo nota do ministério da Cultura à imprensa, ao abrigo de um protocolo assinado com este departamento governamental «esta será a primeira de três exposições temporárias a realizar em Portugal (2007, 2008 e 2009), mostras que antecedem a abertura, em 2010, de um pólo permanente do Hermitage em Lisboa».

O Hermitage tem um acervo de aproximadamente três milhões de peças, da pré-história ao século XX.

Diário Digital

Caveira humana incrustada de diamantes vendida por 74M€ Setembro 3, 2007

Posted by Vasco in Arte.
1 comment so far

hirst-skull.jpg
Uma caveira humana em platina e completamente incrustada de diamantes, da artista britânico Damien Hirst, foi alegadamente adquirida por 50 milhões de libras (74 milhões de euros) por um grupo de investimento não identificado.
Segundo o jornal Evening Standard, o artista, não, no entanto, perder perder todo o controlo sobre a sua obra e impôs uma série de condições aos compradores.

Assim, a caveira, que foi exibida pela primeira vez em Junho na galeria vanguardista londrina «White Cube», poderá viajar em breve por várias capitais.

Segundo o agente comercial do artista, Frank Dunphy, a venda será realizada dentro de três oo quatro semanas, depois de concluída a parte burocrática.

No âmbito do acordo, a caveira será exibida em museus de todo o mundo durante os próximos três ou quatro anos.

A obra de Hirst é uma reprodução em tamanho natural de un crâneo humano em platina, completamente coberto por 8.601 diamantes, cujo peso, segundo a White Cube, é de 1.106,16 quilates.

A peça foi fabricada pelo Bentley & Skinner, conhecido joalheiro da londina Bond Street, devendo ser a encomenda de joalharia mais cara desde as Jóias da Coroa britânica.

Hirst, de 42 anos, converteu-se – graças aos seus tubarões em formol e às suas mosntras com comprimidos coloridos – nol mais rico dos artistas britânicos vivos.

Diário Digital

World Press Photo abre hoje no Museu da Electricidade Agosto 17, 2007

Posted by Vasco in Arte.
1 comment so far

world-press-photo-of-the-year-2006-world-press-photo-09-02-2007-17-52-01.jpg

O mais importante prémio de fotojornalismo do mundo levou, este ano, 191 fotografias a concurso, sendo que três dezenas são referentes a fotógrafos nacionais. A imagem vencedora foi tirada por Spencer Platt, da Getty Images, e retrata um grupo de jovens libaneses a passar de carro por uma rua de um bairro bombardeado no sul de Beirute, no Líbano.

Paralelamente à World Press Photo 2007, que pode ser vista até dia 9 de Setembro, a mostra engloba os trabalhos portugueses do Prémio Fotojornalismo Visão/BES.

Com a união das duas mostras, a exposição permite uma viagem pelos acontecimentos mais marcantes de 2006 em Portugal e no mundo.

Há memórias que persistem… Agosto 10, 2007

Posted by Vasco in Arte, Pessoal.
add a comment

he-persistence-of-memory.jpg

Bélgica: Estudante congolês processa «Tintin no Congo» Agosto 8, 2007

Posted by Vasco in Arte, Curiosidades, História.
2 comments

tintin_au_congo.jpg

Um estudante congolês apresentou uma queixa na justiça belga para denunciar o carácter racista de livro «Tintin no Congo» e pediu que este seja retirado do mercado, anunciou o Ministério Público de Bruxelas.

Estudante de Ciência Política em Bruxelas, Bienvenu Mbutu Mondondo, apresentou uma queixa contra a sociedade Moulinsart, encarregue da exploração comercial da obra de Hergé, explicou à agência AFP o porta-voz do Ministério Público, Jos Colpin.

Neste álbum, publicado em 1930-31, altura em que a Bélgica colonizava o Congo, o desenhador belga Hergé representou a África «de forma simples», reflectindo o espírito paternalista da época, reconhece a Moulinsart no seu site na Internet.

O queixoso apresenta a «sua confusão face à persistência da Moulinsart de não retirar do mercado de uma vez por todas este livro de banda desenhada», que considera «racista e xenófobo».

«Não é admissível que o Tintin possa gritar com os aldeões que são forçados a trabalhar na construção de um caminho-de-ferro», afirmou à AFP.

Um porta-voz da Moulinsart, Marcel Wilmet, afirmou por seu lado que é «preciso deixar a justiça belga fazer o seu trabalho».

«Na realidade estamos admirados que esta polémica tenha renascido, tendo já o próprio Hergé explicado em tempos que esta era uma obra inocente, que tinha de ser lida no contexto dos anos 30, altura em que todos os belgas pensavam estar a fazer um bom trabalho em África», acrescentou.

Nos anos 70, Hergé reconheceu que, para escrever e desenhar este álbum, se «alimentou dos preconceitos do meio burguês em que vivia», acrescentado apenas conhecer daquele país «o que as pessoas relatavam na altura».

Em Julho último, a Comissão Britânica para a Igualdade Racial (CRE) considerou que o livro continha «imagens e diálogos repletos de preconceitos racistas, onde os indígenas selvagens parecem macacos e falam como imbecis», declarou um porta-voz da CRE.

Depois deste aviso, o grupo americano Border pediu a todos as livrarias dos Estados Unidos e de Inglaterra que colocassem o álbum na secção das bandas desenhadas para adultos.

 

Diário Digital

Quatro obras de arte roubadas de museu de Nice Agosto 7, 2007

Posted by Vasco in Arte.
add a comment

Quatro obras de arte de Monet, Sisley e Brueghel foram roubadas no domingo do Museu de Belas Artes de Nice, em França, por cinco assaltantes armados e encapuzados, perante o olhar de várias pessoas que visitavam o espaço.

Duas das quatro obras levadas pelos assaltantes já tinham sido roubadas em 1998, tendo sido recuperadas dias mais tarde. Na altura foram detidos um conservador do museu e dois cúmplices.
As obras em causa eram «Falaises près de Dieppe» (1897), de Claude Monet, e «Allée de peupliers de Moret» (1890), de Alfred Sisley, emprestadas a Nice pelo Museu d`Orsay, de Paris.

monet.jpg
Falaises près de Dieppe

As duas outras pinturas roubadas no domingo eram de Jan Brueghel.

Os responsáveis do museu dizem que as obras de arte eram de valor «incalculável», mas a polícia de Nice estima que os quadros rondavam no total um milhão de euros.

No roubo, ocorrido ao início da tarde de domingo, cinco indivíduos entraram armados e encapuzados, ameaçaram os vigilantes, tiraram os quadros das paredes, guardaram-nos em diferentes bolsas e fugiram num carro e numa motocicleta.

Tudo isto aconteceu debaixo do olhar de dezenas de pessoas que visitavam na altura o museu, com entrada gratuita ao domingo.

Os investigadores do caso acreditam que o roubo foi encomendado por alguém que deseja ter as obras para uso privado, já que dificilmente deverão ser vendidas no mercado de arte.

Diário Digital 

Pintura de Van Gogh escondida numa obra sua Agosto 6, 2007

Posted by Vasco in Arte.
3 comments

f_0661.jpg

Peritos do Museu Van Gogh, de Amesterdão, descobriram uma pintura até agora desconhecida do célebre artista holandês Vincent Van Gogh debaixo de outra obra sua, «A Ravina», exposta no Museum of Fine Arts de Boston, nos Estados Unidos, noticia a Lusa.

A composição, descoberta com a ajuda de raios-X, é, segundo os investigadores, muito colorida e semelhante ao desenho «Vegetação Selvagem», que pertence à colecção do Museu Van Gogh, segundo um comunicado da instituição.

Além de ampliar o registo pictórico conhecido do mestre holandês, o achado ajuda a compreender o seu modo de trabalhar.

O desenho que inspira a obra data de Junho de 1889, quando Van Gogh estava internado no sanatório de Saint-Rémy-de-Provence, a aldeia da Provença francesa em cujos arredores se encontra o barranco que o artista pintou em «Ravina», a pintura sobreposta.

A pintura subjacente demonstra que Van Gogh não se limitava nesses anos a retratar ciprestes e campos de cereais, suas principais fontes de inspiração nesse período.

Em Junho de 1889, Van Gogh estava há um mês no sanatório e tinha acabado de receber autorização para pintar fora dos muros da instituição.

Numa carta ao seu irmão Theo, datada de dia 6 desse mês, o pintor dava a entender que estava fascinado pela beleza e abundância das flores que cresciam perto do sanatório e que tinha a intenção de imortalizar num quadro aquele cenário.

Além disso, a descoberta confirma a sua prática de pintar em telas em que já tinha pintado.

Na época em que pintou «Ravina», Van Gogh tinha grande escassez de meios e era o irmão que lhe enviava de Paris os materiais necessários para pintar.

No entanto, um possível atraso no envio de novas telas poderá explicar que tivesse retomado o seu velho costume.

PortugalDiário

Portugal vence concurso de pirotecnia na República Checa Junho 5, 2007

Posted by Vasco in Arte, Curiosidades.
1 comment so far

brno.jpg

A Macedo´s Pirotecnia venceu a Competição Internacional de Fogo de Artifício Piromusical 2007, que se realizou na República Checa, de 18 de Maio a 1 de Junho, perante 120 mil espectadores.

O representante português bateu países como a República Checa, África do Sul, Itália, Suécia, Espanha, Inglaterra, Áustria e Alemanha, num dos principais concursos do género e que tem lugar em Brno desde 1998.

Com o peso total de uma tonelada, o espectáculo de fogo de artifício foi criado pelo designer Isaías Silva, tendo já trazido para o País os primeiros prémios e os prémios do público, da televisão e para a melhor música nas duas edições anteriores.

Recorde-se que a Macedo´s Pirotecnia passou a integrar o World Guiness of Records, com o maior espectáculo pirotécnico do mundo, realizado na última passagem de ano na Madeira, com a duração de oito minutos, 66.326 disparos pirotécnicos (8.290 por minuto) e um peso total de 17 toneladas, ao qual assistiram 65 mil pessoas.

A empresa vai também representar Portugal, em 2007, nos concursos internacionais World Pyro Award, em Junho, em Leipzig (Alemanha) e nas competições de Quebeque (Canadá), em Agosto, e Hannover (Alemanha), em Setembro, bem como no Concurso Internacional de Pirotecnia Musical, na Madeira, em Junho, organizado pela Macedo´s e que é, anualmente, visto por mais de 100 mil pessoas.

Diário Digital

Tela de Andy Warhol bate recorde Maio 18, 2007

Posted by Vasco in Arte.
add a comment

green_car_crash.jpg

Uma tela de Andy Warhol foi arrematada em Nova Iorque por 71,7 milhões de dólares (53 milhões de euros), um recorde para uma obra sua, um dia depois de ter sido atingido o preço máximo para uma obra contemporânea, noticia a Lusa.

O comprador do quadro «Green Car Crash (Green Burning Car I)», de 1963, que teve um só proprietário durante 30 anos e foi arrematado na noite passada na leiloeira Christie`s, quis manter o anonimato.

Para Brett Gorvy, vice-presidente da Christie`s, esta pintura – uma tela de grandes dimensões que mostra um perturbador acidente de viação a partir de uma fotografia de jornal – «é considerada o Santo Graal de Warhol por uma legião de coleccionadores de arte do pós-guerra que há anos a cobiçavam».

O preço da obra subiu de uma base de licitação de 25 a 35 milhões de dólares (18,4 e 25,8 milhões de euros) para atingir o quádruplo do anterior recorde de uma obra deste ícone da cultura Pop, um retrato de Mao Tse-tung vendido em Novembro por 17,4 milhões de dólares (12,8 milhões de euros) a um milionário de Hong Kong.

PortugalDiário

Quadro de Rothko vendido por preço recorde em Nova Iorque Maio 16, 2007

Posted by Vasco in Arte.
add a comment

47.jpg

Uma pintura abstracta de Mark Rothko converteu-se terça-feira na obra de arte contemporânea mais cara vendida em leilão, ao ser arrematada por 72,8 milhões de dólares (53,5 milhões de euros).

“Centro branco (amarelo, rosa e lavanda)”, o título da pintura cujo valor estava estimado em 40 milhões de dólares (29,4 milhões de euros), foi adquirida por um anónimo, por telefone, no leilão realizado pela Sotheby`s.

O preço de venda, além de significar um novo recorde para o artista – o anterior era de 22,4 milhões de dólares (16,4 milhões de euros) – converte a pintura, de 1950, na mais valiosa obra de arte criada depois da segunda guerra mundial já vendida em leilão.

O anterior recorde para uma obra de arte contemporânea vendida em leilão – 27,1 milhões de dólares (19,9 milhões de euros) – tinha sido alcançado em Novembro passado pelo artista norte-americano Willem de Kooning, um dos mestres do expressionismo abstracto.

RTP

Leonardo da Vinci em arquivo digital Maio 8, 2007

Posted by Vasco in Arte, Ciência e Tecnologia, História.
add a comment

logo-index.jpg
Os manuscritos e desenhos originais de Leonardo da Vinci podem ser consultados, pela primeira vez, através de um arquivo digital, o E-Leo, desenvolvido pela Biblioteca Leonardiana e que será apresentado no próximo sábado.

De acordo com a Lusa, o arquivo ajudará a compreender e a decifrar as complicadas notas de Leonardo da Vinci e pequenos desenhos graças a um avançado programa informático, informou hoje em comunicado a Biblioteca Leonardiana, da localidade italiana de Vinci.

Mais de 6 mil páginas de manuscritos e desenhos de Leonardo da Vinci, que viveu entre 1452 e 1519, podem ser consultados gratuitamente, graças a uma iniciativa desenvolvida pela Biblioteca e que conta com financiamento da União Europeia.

PortugalDiário

México: milhares tiram a roupa e pousam para Spencer Tunick Maio 7, 2007

Posted by Vasco in Arte, Curiosidades, Eventos Especiais.
3 comments

400×330.jpg

O fotógrafo americano Spencer Tunick conseguiu juntar este domingo milhares de mexicanos nus no coração da capital mexicana. A iniciativa de fotografar várias pessoas nuas em conjunto não é nova, mas é a primeira vez que chega ao México. A sessão colectiva teve a autorização da igreja católica.

As poses para a objectiva de Tunick decorreram na Praça da Constituição (zócalo) e terão juntado perto de sete mil pessoas. No passado dia 30 a igreja deu o aval para a iniciativa dizendo que «O corpo humano é algo belo e perfeito, e sua exposição neste contexto de arte não constitui uma imoralidade».

O fotógrafo realizou espectáculos semelhantes em São Paulo, Santiago do Chile, Barcelona, Buenos Aires, entre outros. Desde 1994, Tunick realizou cerca de 65 nus colectivos em espaços públicos, que documenta em fotografias e vídeos, em diferentes cidades do mundo e foi preso em cinco dessas ocasiões.

PortugalDiário

Sexo em exposição Abril 21, 2007

Posted by Vasco in Arte, Curiosidades.
add a comment

 img_amora_160.jpg

Londres está a preparar-se para receber a sua primeira atracção turística sobre amor, sexo e relacionamentos. Depois de mais de três anos de planeamento e mais de dez milhões de euros, o museu «Amora» abre as portas aos visitantes com mais de 18 anos, noticia a BBCNews.

Diferente dos outros museus do sexo espalhados pelo mundo, o «Amora» autodenomina-se por «academia», poruqe trata o assunto em quezstão de uma forma mais actual e tem sete áreas interactivas, que apresentam todos os aspectos das relações sexuais.

A primeira atracção da academia chama-se Amorgasm e trata-se de um túnel, no qual os visitantes podem acompanhar o que acontece com o cérebro e com o corpo durante o orgasmo.

Um dos pontos altos da exposição é uma parede de brinquedos sexuais, acompanhados de vídeos em que modelos demonstram o seu uso.

Há também uma boneca que convida os visitantes a espancá-la, mas avisa quando a força da palmada passou dos limites.
Noutro manequim, é possível explorar diferentes áreas do corpo à procura do ponto G.

«É aí», diz o manequim para aqueles que encontram as zonas erógenas.

A «Academia de Sexo e Relacionamentos» conta ainda com uma terapeuta sexual e uma sex shop própria.

A expectativa dos organizadores é de que a atracão provoque debates e discussões, com o auxílio de workshops informativos desenvolvidos pela terapeuta da casa.

Os vencedores do World Press Cartoon Sintra são… Abril 15, 2007

Posted by Vasco in Arte.
1 comment so far

400×330.jpg

Uma caricatura do presidente da Rússia, Vladimir Putin, apresentado na pele de um urso, valeu ao cartoonista sueco Riber Hansson o grande prémio do terceiro World Press Cartoon Sintra 2007, revelou este sábado o júri.

«A caricatura de Putin revela um olhar terrível, manhoso e frio, como se estive num compasso de espera», descreveu o presidente do júri, o cartoonista António, à Lusa.

O desenho, uma aguarela de um urso com as feições de Putin a afiar as garras com uma lima, foi publicado em Maio de 2006 na Grécia.

Com esta obra, Riber Hansson, cartoonista e ilustrador freelancer, venceu o prémio de melhor caricatura e simultaneamente o grande prémio deste concurso internacional, no valor de 20 mil euros.

No total, o júri atribuiu prémios a nove artistas, repartidos por três categorias: caricatura, cartoon editorial e desenho de humor.

Além de Riber Hansson, na categoria de caricatura o júri distinguiu ainda o colombiano Nacaró, por um retrato satírico de George W. Bush, e o uruguaio Alfredo com «Fidel Castro».

PortugalDiário

Paris: Roubadas duas obras de Picasso avaliadas em 50 milhões Fevereiro 28, 2007

Posted by Vasco in Arte.
8 comments

maya_a_la_poupee.JPG

Duas obras de Pablo Picasso foram roubadas na terça-feira à noite da casa da filha mais nova do pintor, em Paris, informaram esta quarta-feira as autoridades francesas.
Os dois quadros estão avaliados em 50 milhões de euros.

As obras desaparecidas são «Maya à la poupée», um quadro de 60×40 centímetros da filha do pintor, e um retrato de Jacqueline (170×150), segunda e última mulher do artista, adianta o «Diário Digital».

Não foram encontrados sinais de violência na habitação, segundo a polícia.

A polícia judiciária francesa já está a investigar a ocorrência.

Agência Financeira