jump to navigation

“Este País não é para Velhos”, dos irmãos Coen, vence Óscar de melhor filme Fevereiro 25, 2008

Posted by Vasco in Cinema.
Tags: ,
add a comment

win_directingl.jpg

O filme “Este País não é para Velhos”, de Ethan e Joel Coen, conquistou o Óscar de melhor filme na 80.ª cerimónia de entrega das estatuetas que teve lugar ontem à noite (madrugada em Portugal), no Kodak Theatre de Hollywood. Os irmãos Coen venceram igualmente o Óscar de melhor realização pela mesma película.

“Este País não é para Velhos”, a adaptação de um romance de Cormac McCarthy que conta a história de um negócio de droga que dá para o torto, no sul do Texas, venceu ainda a estatueta dourada para melhor guião adaptado e o espanhol Javier Bardem levou ainda para casa, pelo mesmo filme – no qual desempenha o papel de um psicopata de poucas falas – o Óscar de melhor actor secundário.

“Este País não é para Velhos” arrebata assim quatro estatuetas e é exibido hoje, em ante-estreia, no Fantasporto.

Ao aceitar o prémio, Joel Coen falou de como ele e o irmão, Ethan, fazem filmes desde crianças. “Honestamente, aquilo que fazemos agora não me parece muito diferente do que fazíamos nessa altura”, gracejou Joel.

O prémio de melhor actor foi arrebatado pelo britânico Daniel Day-Lewis (“Haverá Sangue”) e o de melhor actriz por Marion Cotillard (“La Vie en Rose”), a primeira francesa a ganhar um Óscar desde que Simone Signoret levou uma estatueta para casa, em 1960.

O Óscar de melhor actriz secundária foi entregue à também britânica Tilda Swinton (“Michael Clayton – Uma questão de consciência”).

Desde 1964 que os quatro principais prémios de interpretação não iam para as mãos de actores e actrizes não-americanos.

O filme austríaco sobre o drama do Holocausto “Die Fälscher” (“Os Falsificadores”) venceu o Óscar de melhor filme em língua estrangeira. Dirigido por Stefan Ruzowitzky, o filme deu à Áustria o primeiro Óscar da sua história nesta categoria.

Como era de esperar, “Ratatui”, da Disney, venceu o Óscar de melhor filme de animação.

“Expiação”, um dos grandes favoritos da noite, acabou por ser o maior derrotado da cerimónia, levando apenas o Óscar de melhor banda sonora original, da autoria de Dario Marianelli. A melhor canção original escolhida pela Academia foi Falling Slowly, do filme “Once”.

Público

Oscar.com

Anúncios

«Haverá Sangue» com oito nomeações na disputa dos Óscares Janeiro 22, 2008

Posted by Vasco in Cinema.
Tags: ,
add a comment

therewillbeblood.jpg
Os filmes «Este país não é para velhos» e «Haverá Sangue» são os principais rivais, com oito nomeações cada, na disputa dos Óscares, anunciou hoje a Academia norte-americana de Artes e Ciências Cinematográficas.

Entre as nomeações que os dois filmes recolheram contam-se melhor realização, melhor filme e melhor interpretação.

Para melhor director estão nomeados Paul Thomas Anderson («Haverá Sangue»), Ethan e Joel Coen («Este país não é para velhos»), Tony Gilroy («Michael Clayton»), Jason Reitman («Juno») e Julian Schnabel («O escafandro e a borboleta»).

A 80ª edição dos Óscares está marcada para 24 de Fevereiro no Kodak Theatre, em Los Angeles e será conduzida pelo comediante Jon Stewart.