jump to navigation

Setembro 29, 2008

Posted by Vasco in Viagens.
Tags: , , , ,
8 comments

Aqui estão algumas das muitas fotos(cliquem para ampliar) que trouxe do Egipto. Um cruzeiro de 3 noites no Nilo entre Assuão e Luxor e mais 4 noites no “Cairo excitante Cairo”.

As visitas durante o cruzeiro incluíram:

Os templos de Philae, Kom-Ombo, Edfu, Karnak, Luxor, Hatshepsut e ainda o Vale dos Reis.

No Cairo, pude ver as Pirâmides de Gizé, o Museu Egípcio, o Museu de Arte Moderna, a Citadela de Salah al-Din e mais umas igrejas cristãs ortodoxas.

Já agora aproveitem para conhecer:

O Barco do Cruzeiro – Solaris II
Movenpick Hotel Media City – Cairo

Anúncios

Um cheirinho de Marrakesh Maio 6, 2008

Posted by Vasco in Viagens.
Tags: , , , , ,
4 comments

Fundada em 1062 por Youssef Ibn Tachfin, um chefe dos Almorávidas, Marrakesh converteu-se numa das cidades mais importantes do Islão medieval, dando origem ao nome do país – Marrocos.

Marrakesh, conhecida também como a cidade vermelha por causa das cores das suas construções, é uma cidade exótica e que fascina sobretudo pelas cores, pelos cheiros, pelas pessoas, pelos sons, pelos contrastes arquitectónicos, pelas palmeiras e pelas montanhas do Atlas com os seus picos cobertos de neve como pano de fundo.

O centro e coração da cidade é a Place Djemaa el-Fna, onde se misturam flautas, tambores, encantadores de serpentes, contadores de histórias, saltimbancos, vendedores de sumo de laranja, mulheres a fazer tatuagens, motas, carroças, enfim um corrupio que só visto, e de preferência do cimo dos terraços dos cafés que circundam a praça.

A Place Djemaa el-Fna é também a porta de entrada para o souk (mercado) que é uma mistura de cheiros e de cores que quase hipnotiza e leva o viajante a querer comprar.

Há de tudo nestes mercados – especiarias, pulseiras, fios e colares, candeeiros, peles, tapetes, música, cabeças de cabra e pão cheios de moscas, sapatos, barbeiros etc, etc.

Aqui impera a lei da oferta e da procura, onde encontrar o preço de equilibrio se revela uma tarefa que exige muito tempo e paciência. Apesar disso, no final de cada compra, fiquei sempre com a sensação de que o negócio acaba por ser bom apenas para uma das partes. E se acham que poderá ser dificil comunicar com os vendedores, desenganem-se! Espanhol, Francês, Inglês, ou números escritos numa folha de jornal, o importante é fazer negócio!

A cidade é dominada visualmente pela torre da mesquita de Koutoubia, que deve ser explorada ao seu redor, passando pela Boulevard Mohamed V. (que poderia ser confundida com uma Boulevard parisiense!), depois de atravessar uma das muralhas da medina por uma das suas portas.

Para além de Marrakesh, ainda houve tempo para visitar um pouco dos arredores da cidade com uma excursão ao Vale de Ourika e a uma das suas muitas aldeias de argila, onde visitámos uma casa típica berbere e aprendemos a fazer o típico chá de menta (que tivemos que pagar claro!). À chegada à aldeia brindei algumas crianças com uns rebuçados e à saída, a notícia deve ter corrido tão depressa, que tinha uma dezena de crianças atrás de mim a quererem bombons!

Voltando a Marrakesh e para finalizar um dos dias, nada melhor que um passeio de calexe até ao Palmeiral, onde estavam uns simpáticos bichinhos à nossa espera. Pelo caminho, constatámos que afinal nem só aqui na nossa Serra da Estrela há pastores.

Para finalizar, talvez um dos melhores momentos… este pôr do sol fantástico!!

Podem clicar nas fotos para ampliar e para informações sobre Marrakesh consultem:

http://www.ilove-marrakesh.com/

Fim de Ano em Milão Janeiro 9, 2008

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
Tags: , , , ,
1 comment so far

Milão (em italiano Milano, em latim Mediolanum e em milanês Milan) é uma comuna italiana, capital da região da Lombardia, província de Milão, com cerca de 1.308.735 habitantes. Situa-se no vale do rio Pó e estende-se por uma área de 182 km2, tendo uma densidade populacional de 7.190 hab/km2. Situada nas planícies de Lombardia, a cidade de Milão tem aproximadamente 4.280.820 habitantes (estimativa 2006) em sua região metropolitana.

fim_ano_2007_milao-122.jpg

De origem céltica, foi conquistada pelos romanos em 222 a.C.. Tinha a designação de Mediolanum e foi a capital do império do ocidente entre 305 e 402. O Édito de Milão, de Constantino, em 313 assegurou a liberdade religiosa no império. As invasões hunas, góticas e lombardas nos séculos V e VI arruinaram a cidade. Comuna independente no século XII e XIII, tornou-se a capital do ducado de Milão em 1395 sob domínio da família Sforza. Passou para domínio espanhol em 1540 e austríaco em 1713. Napoleão tornou-a capital da República Cisalpina em 1797 e do Reino de Itália de 1805 a 1814. Voltou ao domínio austríaco de 1815 a 1859, quando se uniu ao Reino da Sardenha.

Foi uma das cidades italianas que mais sofreram na Segunda Guerra Mundial, sendo alvo de gigantesca reconstrução. Os monumentos de maior interesse são as igrejas romanas de Santo Ambrósio e Santa Maria delle Grazie, a magnífica catedral gótica, o Palácio dos Sforza (obra de Leonardo da Vinci e de Bramante), o teatro de ópera Scala e as galerias Vittorio Emanuele (1865-1867).

Piazza Duomo

fim_ano_2007_milao-099.jpg

fim_ano_2007_milao-105.jpg

fim_ano_2007_milao-156.jpg

Castello Sforzesco

fim_ano_2007_milao-142.jpg

fim_ano_2007_milao-150.jpg

San Siro

fim_ano_2007_milao-055.jpg

Escapadinha Ocasional- Polska – Parte III Julho 23, 2007

Posted by Vasco in Viagens.
1 comment so far

Para finalizar esta série, aqui ficam algumas fotos daquele que foi talvez um dos mais impressionantes momentos desta viagem que foi a visita aos campos de concentração de Auschwitz-Birkenau.

Auschwitz-Birkenau é o nome de um grupo de campos de concentração localizados no sul da Polônia, símbolos do Holocausto perpetrado pelo nazismo. A partir de 1940 o governo alemão comandado por Adolf Hitler construiu vários campos de concentração e um campo de extermínio nesta área, então na Polônia ocupada. Houve três campos principais e trinta e nove campos auxiliares.

Os campos localizavam-se no território dos municípios de Auschwitz e Birkenau, versões em língua alemã para os nomes polacos de Oświęcim e Brzezinka, respectivamente.

O número total de mortes produzidas em Auschwitz-Birkenau está ainda em debate, mas se estima que entre um milhão e um milhão e meio de pessoas morreram ali.

polonia_2007-129.jpg

polonia_2007-133.jpg

Como todos os outros campos de concentração, os campos de Auschwitz eram dirigidos pela SS comandada por Heinrich Himmler. Os comandantes do campo foram Rudolf Hoess até o verão de 1943, seguiu-lhe Artur Leibehenschel e Richard Baer. Hoess deu uma descrição detalhada do funcionamento do campo durante seu interrogatório ao final da Segunda Guerra Mundial, detalhe que complementou em sua autobiografia. Ele foi executado em 1947 em frente da entrada do forno crematório de Auschwitz I.

Durante os anos de operação do campo, perto de 700 prisioneiros tentaram escapar do campo, dos quais 300 tiveram êxito. A pena aplicada por tentativa de fuga era geralmente a morte por inanição. Geralmente, as famílias dos escapados eram presas e “internadas” em Auschwitz para serem exibidas como advertência a outros prisioneiros.

polonia_2007-140.jpg

polonia_2007-144.jpg

+ info em:http://www.auschwitz-muzeum.oswiecim.pl/

Escapadinha Ocasional- Polska – Parte II Julho 23, 2007

Posted by Vasco in Viagens.
add a comment

Este é um post que já estava esquecido relativo a umas férias na Polónia em Maio. Já tinha colocado a 1ª parte sobre Varsóvia e finalmente chegou agora a vez de Cracóvia, até porque em breve serão colocadas as fotos da semana passada em Amesterdão.

Cracóvia (em polaco Kraków ) é uma importante cidade da Polônia. Localiza-se no sul do país, nas margens do rio Vístula. Tem cerca de 779 mil habitantes. Foi fundada por volta do ano 700, sendo capital da Polônia entre 1320 e 1596. Foi atacada e devastada pelos mongóis em 1241, 1259 e 1287. Fez parte da Áustria, com o nome de Krakau, de 1795 a 1809 e de 1846 a 1914.

O Centro Histórico de Cracóvia foi inscrito pela UNESCO em 1978 na lista do Património Mundial.

A cidade é sede da antiga e prestigiosa Universidade Jaguelônica.

polonia_2007-073.jpg

polonia_2007-091.jpg

polonia_2007-098.jpg

polonia_2007-102.jpg

polonia_2007-105.jpg

Podem consultar mais informações sobre esta cidade em:

http://www.krakow-info.com/

ENCERRADO PARA FÉRIAS Julho 13, 2007

Posted by Vasco in Viagens.
1 comment so far

bridge_herengracht.jpg

Escapadinha Ocasional- Polska Maio 16, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
7 comments

Já foi há 2 semanas atrás que tirei uma semana de férias para ir até à Polónia, mas só agora houve tempo para postar algumas fotos e informações daquilo que vi. Vou começar por Varsóvia e em breve dedicarei mais dois posts, um a Cracóvia e outro a Auschwitz.

VARSÓVIA

Varsóvia (em polaco: Warszawa) é a capital e maior cidade da Polónia. Localiza-se nas margens do rio Vístula, a cerca de 350 km quer da costa do Báltico quer dos montes Cárpatos. A sua população, em 2003, estava estimada em 1600000 habitantes. A cidade, que também é a capital do Voivodato de Masóvia, é sede de numerosas indústrias , instituições de ensino superior, uma orquestra filarmónica, o Teatro Nacional e a Ópera. Sucedeu a Cracóvia como capital do país em 1596.

polonia_2007-026.jpg

As origens da cidade remontam à Idade Média e por isso a cidade Velha ou Stare Miasto é um burgo muralhado (reconstruído meticulosamente) que é da Idade Média e da época do Renascimento. Mas o crescimento da cidade inicia-se verdadeiramente no século XIV, em redor do castelo dos Duques de Masóvia, sendo elevada a capital do reino nos finais do século XVI, após o incêndio de Carcóvia. Foi ocupada pelos Suecos e pelos Russos diversas vezes e fez parte do Império Francês de Napoleão Bonaparte como capital do grão-ducado de Varsóvia.

polonia_2007-041.jpg

polonia_2007-046.jpg

Em 1939, Varsóvia reunia 1 290 000 habitantes, dos quais 35% eram judeus. Destes, em 1940, os alemães encerraram 450 mil num gueto murado, onde permaneciam até serem enviados para os campos de concentração. Os sobreviventes do referido gueto foram transferidos e este foi arrasado após a revolta judaica de 1943. No Verão que se seguiu, a cidade foi alvo de destruição sistemática, após uma revolta chefiada pela Resistência Polaca, quando o Exército Vermelho se encontrava às portas da cidade. Posteriormente, e após uma luta com os alemães, que durou 63 dias, estes foram derrotados, embora com muitas vítimas polacas (a maior parte daqueles que ficaram na cidade). Quando Varsóvia foi libertada pelos russos, dois em cada três dos habitantes que nela viviam antes da guerra ou tinham morrido ou tinham sido deportados. A sua reconstrução procedeu-se no entanto de forma minuciosa, com as ajudas de outros países.

polonia_2007-029.jpg

A capital possui muitas igrejas entre as quais podemos destacar a Catedral de S. João, construída do século XIV em estilo gótico; a Igreja de Santa Cruz, reconstruída no século XVI; os Monumentos dedicados às figuras ilustres de Segismundo III Vasa, Nicolau Copérnico, ao poeta Adam Mickiewiez, aos heróis do gueto de Varsóvia e aos da Resistência polaca durante a Segunda Guerra Mundial. Merecem também destaque especial o moderno Palácio da Cultura e Ciência; o Paço Real, que foi reaberto nos anos 80; os palácios das famílias nobres Radziwill e Potocki; os conventos e a Residência Real de Verão, construída em 1680, para o soberano polaco Estanislau II (último rei da Polónia) e que se situa no Parque Lazienki. A sul da Praça do Mercado ficam a Torre Barbacana e as ruínas do forte medieval.

O Centro Histórico de Varsóvia foi inscrito pela UNESCO em 1980 na lista do Património Mundial.

polonia_2007-045.jpg

polonia_2007-036.jpg

dsc00586.jpg

Para além desta componente histórica, Varsóvia é uma cidade também com uma grande noite com restaurantes e discotecas de grande classe. De seguida deixo alguns links úteis sobre Varsóvia, bem como de alguns locais por onde passei e que recomendo.

http://www.e-warsaw.pl/index.php
http://www.warsaw-life.com/
http://www.pkin.pl/

Restaurantes e Clubs por onde passei:
http://www.livingroom.pl/
http://www.thecinnamon.pl/
http://www.foksal19.pl/main.html
http://www.cafelemon.pl/
http://www.platiniumclub.pl/

Escapadinha de Carnaval III Março 12, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Monsanto

Terra de rara beleza, onde o granito e a força humana desempenham o papel principal, “Monte Santo” é o carismático baluarte da fronteira do Erges, tão valoroso que se dizia que “Quem conquista Monsanto, conquista o mundo”. Do seu passado prevalecem curiosas lendas e narrativas ligadas a invasões e assaltos à povoação.
Logo à entrada, a Santa de pedra, dá-nos as boas-vindas à vila. Prosseguimos por um constante vertiginoso ziguezague em que as ruas estreitas deixam-nos antever deslumbrantes obras de arquitectura natural.

Relembramos então, Saramago que em visita a Monsanto afirmou “Devemos entender o que há de pedra nas pessoas, descobrir o que das pessoas, descobrir o que das pessoas passou à pedra”. Pela sua autenticidade, foi considerada (através de concurso) pelo Secretariado Nacional de Informação, em 1938, a aldeia mais portuguesa de Portugal com a atribuição do galo de prata, cuja réplica os Monsantinos exibem, orgulhosamente, no topo da Torre de Lucano. Actualmente, pelo rigor da conservação e exotismo dos seus recantos merece a designação de aldeia histórica.

Monsanto é uma vila repleta de usos e costumes com forte carga simbólica, conforme podemos analisar através do seu artesanato (exº Marafona) e pelas tradições populares. Não perca a oportunidade de conversar com os Monsantinos sobre as suas lendas e tradições, que de certo ficará encantado com o que ouvir.

carnaval_2007-001.jpg

carnaval_2007-004.jpg

carnaval_2007-009.jpg

carnaval_2007-089.jpg

carnaval_2007-093.jpg

Link: C.M. Idanha a Nova

Escapadinha de Carnaval II Fevereiro 26, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Marvão

Marvão deve o seu nome a Ibn Marwan al-Yil’liqui «O Galego» (morto c. 889), líder de um movimento sufista no Al-Andaluz, que pegou em armas contra os emires de Córdova e criou uma espécie de reino independente sediado em Badajoz até à instauração do califado de Córdova em 931.

carnaval_2007-068.jpg

carnaval_2007-073.jpg

carnaval_2007-074.jpg

A vista lá de cima era fantástica só foi pena as obras que existiam no interior das muralhas tendo em vista a candidatura a Património da Humanidade.

Link:C.M. Marvão

Escapadinha de Carnaval I Fevereiro 22, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Castelo de Vide

“CASTELO DE VIDE: vilazinha medieval, cidadezinha moderna”, como um historiador local a definiu, reúne um conjunto de valências que a tornam singular e admirável.

Da história, herdou vastos e ricos patrimónios. Se, por um lado, a arquitectura civil soube ir sedimentando, casa sobre casa, século após século, um casario harmonioso e singular, por outro, a arquitectura militar, colocando pedra sobre pedra, defendeu os moradores e as sucessivas guarnições acasteladas através de sólidas e imponentes muralhas, baluartes e torres – hoje miradouros de paisagens que desafiam os próprios limites da visão humana.

Desde as ruelas sinuosas e calçadas floridas do Burgo e Judiaria Medievais até às Praças modernas e sóbrias, destacam-se elementos artísticos e símbolos que perpetuam e monumentalizam a memória de culturas, de personalidades e de vivências, trazendo a cada momento do presente os mistérios e o fascínio do passado.

Este conjunto patrimonial, integralmente classificado como monumento nacional, resulta hoje num Centro Histórico Notável, circunscrito por cerca de 2,5 km de muralhas, proporcionando roteiros e ambientes maravilhosos e recebendo anualmente milhares de visitantes que a ele ocorrem vindos de todo o mundo.

carnaval_2007-021.jpg

carnaval_2007-050.jpg

carnaval_2007-031.jpg

carnaval_2007-052.jpg

C.M. Castelo de Vide

Região Turismo de S.Mamede

Granada – La Alhambra Janeiro 23, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Granada, apelidada de La Joya Mora, é realmente uma das jóias de Espanha e um dos lugares mais visitados por turistas de todo o mundo. Esta cidade que foi durante muito tempo a capital de Alandalus, oferece-nos algumas das mais importantes recordações desta época histórica espanhola, com a mundialmente famosa La Alhambra – um dos maiores feitos da arte e arquitectura islâmicas e visitá-la é simplesmente de cortar a respiração! A Alcazaba, é a fortaleza muçulmana de Alhambra que data do século XI, proporciona belas vistas sobre a cidade, do cimo das suas torres. A Casa Real é a maior atracção da Alhambra, e é famosa pela complexidade da sua alvenaria. Finalmente, há o Generalife – o palácio de Verão dos sultões, construído nos jardins paradisíacos da Alhambra.

fim-de-ano1-009.jpg

fim-de-ano1-027.jpg

fim-de-ano1-076.jpg

fim-de-ano1-078.jpg

La Alhambra

Granada Janeiro 12, 2007

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
1 comment so far

fim-de-ano1-035.jpg

fim-de-ano1-039.jpg

fim-de-ano-2010.jpg

Castelo Novo Outubro 25, 2006

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

castelo-novo-e-alpedrinha-17-de-setembro-de-2006-005.jpg

castelo-novo-e-alpedrinha-17-de-setembro-de-2006-008.jpg

castelo-novo-e-alpedrinha-17-de-setembro-de-2006-011.jpg

Last Weekend @ Atlantic Beats – S.Pedro de Moel Agosto 16, 2006

Posted by Vasco in Eventos Especiais, Música, Pessoal, Viagens.
1 comment so far

saopedrodemoel20060811fotogrande.jpg

saopedrodemoel2006081120107.jpg

saopedrodemoel20060811.jpg

saopedrodemoel2006081123.jpg

Fotos: PortugalNight

Fotos em Viagem – Luxemburgo Maio 24, 2006

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Image Hosted by ImageShack.us Image Hosted by ImageShack.us Image Hosted by ImageShack.us Image Hosted by ImageShack.us

Fotos em Viagem – Colónia Maio 15, 2006

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
1 comment so far

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Fotos em Viagem – Holanda Maio 11, 2006

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
1 comment so far

Holanda_5.jpg

Holanda_6.jpg

Holanda_4.jpg

Holanda_2.jpg

Holanda_1.jpg

Madrid em 5 Capítulos: IV – Madrid’Art Maio 6, 2005

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Madrid é também uma cidade muito rica artisticamente, e sinónimo disso são os três grandes museus que nela se podem encontrar; O Museo del Prado, o Centro de Artes Reina Sofia e o Thyssen.
Não houve tempo para todos, o Thyssen vai ter que ficar para uma outra oportunidade, mas ainda deu para ver muitos quadros.

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

O Primeiro museu escolhido foi o Museu do Prado, que ao domingo até é de borla. O museu é grande e as obras expostas vão desde Goya, a Velazques ou a El Greco entre outros. Não é o tipo de arte que mais me fascina, é muito pouco moderna, mas foi interessante de visitar.

Image Hosted by ImageShack.us

 

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

O Centro de Artes Rainha Sofia, ficou para segunda de manhã, pois domingo de manhã fiquei a dormir e não aproveitei também a borla neste museu. No entanto, os 3 euros que dei para entrar foram bem empregues. Este é um museu mais moderno, com muitas obras de surrealismo em que a principal estrela é o Guernica de Picasso.

Image Hosted by ImageShack.us

 

Image Hosted by ImageShack.us

No final da visita ainda deu para comprar dois posters: La Máxima Velocidad, de Salvador Dali e um outro de Miró.

Image Hosted by ImageShack.us

Madrid em 5 Capítulos: III – La Ciudad Maio 3, 2005

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
add a comment

Depois de conhecer a noite de Madrid, chegou a altura de conhecer Madrid durante o dia e para isso nada melhor do que nos passearmos a pé pelas suas calles e avenidas.

O primeiro ponto de paragem foi a Atocha, naquela de conhecer o sitio dos atentados do 11 de Março.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Depois disso os passeios estenderam-se sobretudo pela Gran Via, Plaza del Sol, Plaza de España, Plaza Mayor etc etc… tendo tido tempo ainda para ver a maratona de Madrid.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Madrid em 5 capítulos – II – La Movida Abril 29, 2005

Posted by Vasco in Pessoal, Viagens.
1 comment so far

Da última vez em Madrid, corria o ano de 2001, o botellon ainda era permitido e na altura a Plaza Alonso Martínez foi o local escolhido, agora em 2005, limitámo-nos a saltar ed bar em bar em toda a zona do centro de Madrid. É claro, que não há fotos da noite pois a máquina ficou em casa, caso contrário, a esta hora teria perdido a máquina em alguma discoteca.

Depois de beber uns copos em vários bares chegou aquela hora em que ou vais dormir ou vais continuar até ao romper da madrugada. Foi esta a 2ª opção a escolhida(mas nem por todo o grupo… longe disso…) e o próximo passo foi descobrir uma discoteca.

Não foi preciso andar muito para encontrar o local certo, aliás mais que certo! !!

Fomos parar a uma discoteca chamada Palacio de Gaviria (vejam o link!) e não me arrependo nada dos 15 euros que paguei para entrar, nem tão pouco no que gastei em vodkas (a 9 euros cada!!) depois lá dentro.

E o palácio era lindo…

“Magnífico palacio isabelino, construido en el año 1846 por Aníbal Álvarez Bouquel, fue inaugurado por la Reina Isabel II. Los frescos de los techos, inspirados en el Renacimiento Italiano, son obra de Joaquín de Espalter, pintor de cámara de la reina Isabel II.Después de permanecer un siglo en el olvido y tras su restauración en 1.991, El Palacio Gaviria, ofrece actualmente la posibilidad de disfrutar de unas estancias repletas de arte, historia y diversión: 3 Dj’s simultáneos combinan desde ritmos tropicales hasta la música más actual, cabaret, exposiciones, espectáculos, gogós…, más de 1.300 m2 llenos de emoción.”

 

Foi até de manhã…